Avalie os efeitos dos antioxidantes São Paulo, São Paulo

Compreenda a ação dos antioxidantes no metabolismo. O artigo detalha quais são os alimentos que produzem os antioxidantes A, C e E, que ajudam à combater os radicais livres. Conheça, também, as causas do estresse oxidativo.

Luiz Eduardo Vitagliano
(11) 3505-2012
R. Maestro Cardim 769 - Bloco 2 Audit. Interna
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Administração em Saúde

Dados Divulgados por
Arturo Frick Carpes
(11) 5573-1970
Alameda dos Nhambiquaras 159.
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Cranio-Maxilo-Facial

Dados Divulgados por
Maykyol Avaroma Melgar
(11) 2029-7222
Rua Terenas 161
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Rafael Andrade Moscatiello
(11) 5532-1342
Av. dos Bandeirantes 3426 - Campo Belo
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Luciana Campos Nascimento
(11) 9114-6454
Rua Dr. Veiga Filho 351 - Cj. 181
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Medicina Legal

Dados Divulgados por
Haggeas Fernandes
(11) 9994-8978
Av Morumbi 627 - Quinto Andar
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Maria Mercedes Granja
(11) 3079-3000
Rua Urussui 92 - 125
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Endrigo Emanuel Giordani
(11) 8635-3195
Dr. Altino Arantes 870
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Carlos Frederico Vergueiro
(11) 2333-9156
Av Abrahao Gonçalves Braga 412
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Gisele Cristine Teixeira Barbosa
(11) 3081-5973
Rua Rubião Meira 42
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Medicina Estetica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Avalie os efeitos dos antioxidantes

O oxigênio é a chave da vida. Sem ele, não sobrevivemos mais do que alguns minutos. Mas mesmo com esse maravilhoso poder, ele também está envolvido em aspectos negativos para a saúde: a oxidação da membrana das células que, na área da saúde, chamamos de estresse oxidativo. Este fenômeno ocorre quando as moléculas de oxigênio tornam-se instáveis, dando origem aos radicais livres.

Quando produzidos em quantidades moderadas, esses radicais protegem nosso organismo contra a ação de bactérias, vírus e fungos. Mas quando produzidos em excesso, agridem a membrana das células, dando início a processos degenerativos, como envelhecimento precoce,doenças cardiovasculares e certos tipos de câncer.

O estresse oxidativo e a formação de radicais livres são processos bioquímicos naturais acelerados pelo fumo, poluição, exercícios físicos em excesso, exposição ao sol sem proteção, falta de sono, estresse emocional e erros na alimentação.

A palavra antioxidante é utilizada para denominar a função de proteção celular contra os efeitos danosos dos radicais livres. Muitos nutrientes presentes nos alimentos ou em suplementos nutricionais possuem essa propriedade e são aliados importantes para prolongar a juventude e manter a saúde em dia.

Um exemplo de bebida com propriedades antioxidantes é o chá verde, rico em polifenois e catequinas que quando consumido sob forma de chá ou em tabletes protegem as células contra os radicais livres - fato comprovado por inúmeras pesquisas.Mas o grande destaque, quando se fala em nutrientes com propriedades antioxidantes, cabe às vitaminas A, C e E.

As principais fontes de vitamina A na natureza são os vegetais de tom alaranjado ou amarelo escuro como a cenoura, abóbora, caqui e também os vegetais de folhas escuras como o agrião, brócolis e espinafre. Esses alimentos são fontes de beta-caroteno, também conhecido como pró-vitamina A, e que no nosso corpo se transforma em vitamina A.

Além de ser um excelente antioxidante, a vitamina C ajuda a melhorar as funções de defesa do organismo, participa da formação do colágeno - proteína que dá sustentação aos tecidos e facilita a absorção do ferro presente nos alimentos, ajudando a prevenir anemias. Este importante nutriente não é fabricado pelas células humanas, por isso precisa ser ingerido pelos alimentos ou na forma de suplementos.

As principais fontes de vitamina C na natureza são: acerola, goiaba, abacaxi, frutas cítricas, caju, morango, folhas de mostarda, brócolis, repolho e pimentão. A vitamina E, quimicamente, é chamada de Tocoferol e está presente nos cereais integrais, soja, hortaliças, germe de trigo, vegetais de folhas verdes, leite e gema de ovo.

Por ser extremamente exposta à ação dos radicais livres, a pele deve receber todos os benefícios dos antioxidantes, por isso o ideal é realizar uma fusão entre as vitaminas A, C e E provenientes da alimentação e dos suplementos, bem como cremes e cosméticos que contêm esses nutrientes.

Uma alimentação variada, rica em frutas, verduras, cereais e com consumo adequado de carne, leite e ovos é o melhor meio para ingerirmos os nutrientes com propriedades antioxidantes. Para que esse efeito benéfico na saúde do organismo e especialmente na pele, seja completamente alcançado, podemos usar suplementos e cremes que contenham essas vitaminas.

Mesmo sendo excelentes auxiliares para a saúde, as vitaminas podem causar sérios riscos se forem consumidas em excesso, principalmente grupos populacionais específicos como as crianças – sobretudo a vitamina A.

Por isso, deve-se consumir qualquer produto conforme as informações contidas nos rótulos.

Saúde e sucesso para todos.

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com