Aprendendo técnicas para estimular o apetite São Paulo, São Paulo

Aprenda técnicas de como estimular o apetite. A pessoa que irá comer deve desejar a comida seja para "fazer bem" ou "gerar prazer" ou "seduzir outra pessoa" ou "emagrecer" enfim, ter uma razão especial que possa ser considerada estímulo ou motivação. Pode não ser suficiente para que a comida esteja boa, mas é o primeiro passo.

Nelio Watanabe Aguilera
(11) 2589-3333
R. Barata Ribeiro 490 - Cj 105
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Milton E.F.L. Rocha
(11) 3082-8840
Rua Teodoro Sampaio 352 (Cj.32) Pinheiros
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Suzy Anne Tavares Vieira
(11) 3289-8908
Rua Peixoto Gomide 515 - Cj 151
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Fabio Ezo Aki
R Potiguar Medeiros 111
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Carlos Henrique Froner Souza Goes
(11) 3845-0050
Rua Afonso Bras 579 - Cj. 11 / 13
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jose Roberto Araujo Lima
(11) 3846-7973
R. Barra do Peixe 18
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Marcello Di Martino
5549-7109
Rua Botucatu 591
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dimas Andre Milcheski
(55) 5574-0624
Rua Borges Lagoa 1080 - Cj 1408
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Roberto Stefanelli
(11) 2295-6244
Cantagalo 692 - Cj. 1012
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Henrique Coccaro Siqueira
(11) 3283-2446
Av Paulista 2001 - Cj 722723
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aprendendo técnicas para estimular o apetite

Equipe Portal Orgânico
Chef Renato Caleffi

É possível identificar alguns tipos de fadiga ou razões para que a percepção dos sentidos seja alterada e reduzida.

Todas podem interferir nas sensibilidades gustativas, olfativas e visuais. A fadiga dos músculos, mediante esforço físico e dos próprios músculos de mastigação, inclusive; a fadiga nervosa gerada por estresse ou sinais de alerta e mental, capaz de modificar a capacidade do sistema nervoso em analisar os sinais enviados; a fadiga intelectual que resulta da fadiga mental e a fadiga adaptativa, resultado de estímulo de intensidade constante, cujo ato perceptivo torna-se repetitivo e
banal, cansativo e mecânico.

Portanto, é notória a importância do profissional tornar-se gestor; e criar estratégias para estimular a percepção dos sentidos e gerar o desejo no indivíduo de comer.

A pessoa que irá comer deve desejar a comida seja para "fazer bem" ou "gerar prazer" ou "seduzir outra pessoa" ou "emagrecer" enfim, ter uma razão especial que possa ser considerada estímulo ou motivação. Pode não ser suficiente para que a comida esteja boa, mas é o primeiro passo.

Mediante a criação do estímulo ou motivação aumenta-se a possibilidade de pessoas com inapetência, depressivas, cansadas de ingerir o mesmo alimento por monotonia alimentar, comer o alimento. Tais estratégias devem ser adotadas em qualquer sistema, seja dentro da própria
cozinha, na refeição coletiva, spas, restaurantes e hospitais.

Fonte: O embotamento dos sentidos, por François Sauvageot, Scientific American Brasil, A Ciência na Cozinha, 2; Hervé This e os fundamentos da gastronomia molecular: corpo máquina de comer, São Paulo: DuettoEditorial, 2007)

Nota: É proibida a reprodução deste texto em qualquer veículo de comunicação sem a autorização expressa do autor. Só serão permitidas citações do texto desde que acompanhadas com a referência/crédito do autor.


Fonte: Chef Renato Caleffi

Clique aqui para ler este artigo na Portal Gastronomia